PolíticaSeixal

Eleitos do PS Seixal ‘lamentam e repudiam’ saída de Joaquim Santos da Câmara Municipal

Os eleitos autárquicos do PS Seixal reagiram ao anúncio feito por Joaquim Santos de deixar a gestão autárquica do concelho, que o edil anunciou na noite de quarta-feira num vídeo, depois de ter negado a saída do cargo durante a reunião do executivo camarário que decorrera nessa mesma tarde.

«Em 2021 os eleitores do concelho do Seixal foram às urnas e elegeram Joaquim Santos para um mandato de 4 anos, como Presidente da Câmara Municipal.


O que os eleitores não sabiam é que estavam a ser enganados pelo PCP que não queria Joaquim Santos como Presidente, mas precisava de usar a sua imagem» refere o comunicado enviado ao Diário do Distrito.

«Ontem o PCP anunciou a saída de Joaquim Santos, ao mesmo tempo que este negava essa possibilidade na reunião do executivo municipal.

O PCP obrigou, o ainda presidente da Câmara do Seixal, a anunciar a sua saída, criando uma situação constrangedora para o próprio e em nada benéfica para o município.»

Para os eleitos do PS Seixal, esta posição provou «mais uma vez, que quem conduz os destinos do concelho do Seixal não é a sua população, mas sim o Comité Central do PCP, e que o que interessa não são os Seixalenses mas aquilo que convém ao Partido Comunista Português».

Na nota de imprensa, os eleitos socialistas «lamentam e repudiam a saída do Presidente da Câmara do Seixal, eleito há menos de um ano, que assim defraudou a confiança daqueles que depositaram o seu voto na CDU.

Infelizmente esta é a forma de atuar do PCP/CDU, que já este mandato substituiu o presidente da Junta de Freguesias da União de Freguesias de Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires, preparando-se agora para substituir também o Presidente da junta de Freguesia de Amora.

Os eleitos do PS repudiam esta forma de fazer política e não deixaram de, no momento e em sede própria, demonstrar.»

A terminar a nota assinada por Eduardo Rodrigues, (líder da bancada da Vereação) e por Samuel Cruz, (líder da bancada da Assembleia Municipal), os eleitos socialistas consideram que «atendendo às reações já conhecidas, resta ao PCP governar com o apoio dos eleitos pelo Chega, apoio com o qual parece estar confortável».


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.