BombeirosEntrevistaSesimbra

«Os voluntários dificilmente poderão deixar de existir pois podemos estar a falar da extinção de algumas associações»

- publicidade -

Na segunda parte da entrevista (a primeira pode ser vista aqui: https://diariodistrito.pt/bombeiros-de-sesimbra-procuram-novos-socios-e-voluntarios/) que o Diário do Distrito fez ao Comandante Ricardo Caleiro, da Real Associação Humanitária de Bombeiros voluntários de Sesimbra, falou-se não só sobre a vasta história desta corporação, mas também sobre a importância do trabalho voluntário que estes homens e mulheres fazem todos os dias já há várias gerações. 

DD: Recentemente comemoraram mais um aniversário, qual é o balanço que o comandante faz de mais um ano de vida dos bombeiros voluntários de Sesimbra?

RC: Este aniversário os 119 anos da Real Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Sesimbra decorreu em moldes diferentes dos outros. Decidimos efetuar a formatura e sessão solene no centro da Vila fora das instalações da Associação para tentarmos chegar o mais perto possível da população. Pensamos que porventura existem em Sesimbra pessoas que pensam que ao ligar 112 não são os Bombeiros que atuam em nome dessa entidade tanto no socorro em emergência hospitalar como em acidentes rodoviários. estruturais ou de incendio tanto urbano como rural e estrutural. Pensamos que fomos felizes nesta ideia e com o batismo de três novas viaturas para enriquecer o socorro á população demonstramos que estamos vivos e atuantes para o nosso propósito que é o socorro á população.

DD: Estamos no momento de deixar o voluntariado e passar a ter bombeiros profissionais?

RC: Nos dias de hoje o voluntariado faz muita falta. Apesar de nas Associações existirem mais de 80% do pessoal que além de voluntario acumula a profissão de Bombeiro Profissional, os Voluntários dificilmente poderão deixar de existir. Pois desta forma estaríamos a falar da extinção de algumas associações dedicadas ao socorro às populações.

DD: O que o futuro trará para os bombeiros de Sesimbra?

RC: Estamos na iminência de negociarmos com a CMS um terreno fora da Freguesia de Santiago. Servirá para construirmos um novo equipamento operacional para os Bombeiros. Este vai nos facilitar toda e qualquer movimentação de meios para os mais diversos pontos do Concelho para uma mais rápida chegada aos locais onde a nossa ajuda diferenciada seja necessária.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *