Atualidade

Ministério Público diz que revisor da CP não importunou sexualmente passageira, mas admite ofensas

- publicidade -

A Procuradoria da República da Comarca de Santarém concluiu que o revisor da CP “não praticou qualquer crime de natureza sexual previsto no Código Penal”, embora tenha ofendido a “honra” e a “consideração” da passageira durante viagem de comboio regional, com destino a Tomar.

O despacho de 11 de dezembro dia ainda que o revisor não “constrangeu a queixosa a qualquer tipo de contacto de natureza sexual”.

No entanto, ao proferir expressões “suscetíveis de serem ouvidas por terceiros” durante a viagem resultou numa ” inequívoca e censurável intenção de ofender a honra e consideração da vítima”, refere o despacho que o JN teve acesso.

Saiba mais sobre o caso aqui

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui