Atualidade

‘Cocktail meteorológico’ deixa Proteção Civil em alerta

- publicidade -

Pedro Nunes, adjunto de operações nacional da Proteção Civil, informou hoje em conferencia de imprensa, que haverá «tolerância zero para o uso de fogo nos próximos dois dias», devido ao «cocktail meteorológico que em nada favorece as forças de combate que estão no terreno».

Em causa está o calor e a possibilidade de ocorrência de trovoadas secas, conforme o Diário do Distrito já havia noticiado, pelo que quinta-feira todos os trabalhos, em terreno rural ou florestal, que sejam realizados com maquinaria não devem ser feitos.

«O nosso apelo é que não o façam», pediu o responsável, referindo-se a trabalhos com recurso, por exemplo, a tratores, alfaias, rebarbadoras ou motosserras, «uma vez que podem começar uma ignição cujo resultado não sabemos qual vai ser».

Pedro Nunes lembrou que há um «elevado estado de alerta para amarelo e laranja em todo o território nacional», motivo pelo qual já foram posicionados um conjunto de meios e outras entidades, em todo o Interior do país, desde Bragança a Faro, para dar «mais músculo e força ao dispositivo de combate que já faz parte do território».

O responsável considerou ainda que o pré-posicionamento dos meios «garante que haja o reforço imediato, que esteja mais próximo do problema».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo