Atualidade
Em Destaque

Viaturas apreendidas vão servir para transporte de órgãos pela GNR

GNR realizou transporte de mais de 2.800 órgãos em dez anos

- publicidade -

A Guarda Nacional Republicana, desde 1994, desempenha a missão de transporte de órgãos entre vários centros hospitalares.

Nos últimos dez anos, a GNR já realizou 2.836 transportes, empenhando cerca de 5.700 militares e percorrido mais de meio milhão de quilómetros.

Após o contacto da Unidade de Saúde que detém o órgão a ser transportado, a GNR mobiliza de imediato uma patrulha de trânsito para que esta transporte o órgão, nas condições térmicas exigidas, até ao bloco operatório da unidade hospitalar requisitante.

Nesta missão, em 2020, a GNR transportou 240 órgãos; empenhou 478 militares e percorreu 64.133 quilómetros.

Destacam-se ainda os quatro distritos com mais transportes requisitados Lisboa: 64; Coimbra: 37; Setúbal e Viseu: 20.

A Guarda pode contar agora com mais duas viaturas de alta cilindrada, apreendidas em processos-crime e que reverteram a favor do Estado, e que irão estar alocadas exclusivamente ao transporte de órgãos, ficando localizadas em Lisboa e no Porto.

A qualidade e segurança da transplantação de órgãos depende do tempo necessário para o seu transporte, competindo assim à GNR, e em respeito das condições de segurança, chegar ao destino no menor tempo possível, contribuindo deste modo para o salvamento de mais uma vida.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo