Parceiros
Mundo

Vários incêndios deflagraram em infraestruturas na Rússia e nas florestas da Sibéria (C/ vídeos)

- publicidade -

Nos últimos dias têm sido vários os incêndios registados na Rússia, o último dos quais há algumas horas, e ao que tudo indica, na base aérea em Ussuriysk, no distrito de Vladivostok, no extremo Leste do país.

Aliás, este distrito foi referido recentemente pelo primeiro-ministro russo Dmitry Medvedev, quando disse que o projecto de Putin «é criar uma Eurásia aberta – de Lisboa a Vladivostok».

Mas este é apenas o mais recente incêndio registado, depois de ontem o governo da Rússia ter revelado que vai investigar as causas de um incêndio de grandes proporções numa instalação de armazenamento de petróleo na cidade de Bryansk, localizada a 154 quilómetros a nordeste da fronteira com a Ucrânia, segundo a agência de notícias Reuters.

De acordo com moradores, várias explosões foram ouvidas foram registados em vídeo pelo menos dois incêndios.

A 22 de Abril, registo de um incêndio no Centro Científico de Foguetes e Naves Espaciais Russos, em Korolyov. Este era o principal centro analítico da Agência Espacial Russa (NASA russa).

E a 21 de abril, duas ocorrências foram registadas, um grande incêndio em infraestruturas russas, ocorreu na Fábrica de Químicos em Dmitrievsky, perto de Moscovo, um dos maiores fabricantes de solventes químicos da Rússia.

No mesmo dia ardeu o Instituto de Pesquisa de Defesa Aeroespacial, em Tver, no qual duas pessoas morreram e mais de vinte ficaram feridas. As autoridades russas apontaram as causas para problemas na rede eléctrica.

Entretanto, e à semelhança do que tem acontecido noutros anos, os incêndios florestais assolam a zona da Sibéria, e as chamas estão a atingir três vastas regiões: Omsk, Tyumen e Krasnoyarsk.

Na região de Krasnoyarsk, a leste de Tyumen, mais de 60 casas foram destruídas pelas chamas.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário