UNESCO não integra Palmela na sua Rede de Cidades Criativas em 2019

Apesar da negativa, o município reafirma compromisso com parceiros e avança com Plano de Ação para recandidatura em 2021.

0
102
Tempo de Leitura: < 1 minuto

O Município reafirma o compromisso assumido em defesa e promoção da música e da cultura, cumprindo o Plano de Ação estratégico, a quatro anos, que reforça o papel inegável de Palmela como território criativo.

Em reunião plenária realizada no dia 6 de novembro, o Município e a rede de parceiros, de acordo com a projeção e a notoriedade do trabalho já desenvolvido, decidiram que o trabalho em torno da investigação científica, produção de conhecimento e criação de novas parcerias serão aprofundados e Palmela formalizará recandidatura na próxima oportunidade, possivelmente, em 2021.

A comunicação oficial da UNESCO datada de 5 de novembro, deu conhecimento ao  Município de Palmela da decisão formal de não integração na sua Rede de Cidades Criativas em 2019.

O estabelecimento, pela primeira vez, de um numerus clausus para a totalidade das candidaturas limitou o número de propostas aceites, conhecendo-se a integração de apenas de uma candidatura portuguesa nesta rede.

Na sua comunicação, a UNESCO destaca o facto de a candidatura e o trabalho desenvolvido por Palmela terem recebido várias recomendações por parte de peritos independentes, bem como de várias cidades que já integram a rede, e lembra que grande parte das cidades-membro não conseguiram concretizar a sua adesão na primeira tentativa, encorajando o Município e os parceiros a dar continuidade às suas atividades relacionadas com a criatividade e o desenvolvimento sustentado.

Em junho, na sua carta de apoio à nomeação de Palmela, a Comissão Nacional da UNESCO sublinhava a importância da música na estratégia de desenvolvimento local no território, em termos da educação formal e não formal, da inserção social e da criação artística, entre outros, com contributos significativos na atração de investimento, na criação de emprego e no turismo, bem como a capacidade de planear o futuro, tomando em consideração valores tradicionais.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome