BarreiroOpinião

Um ano (lectivo) excepcional

Um artigo de opinião da Secretária-Geral do CDS-PP Barreiro, Teresa Sabino

publicidade

Sou mãe de três crianças em idade escolar, este ano é tudo bem diferente dos outros anos em que todos esperávamos felizes por mais um início de um ano letivo.Este ano tudo é diferente e há medos que nunca pensei vir a sentir, num regresso incerto, um ano letivo que vai ser diferente, vai ser um medo constante, pois a incerteza que tudo vai ficar bem.Este ano não vai haver paz nem tranquilidade, tudo mudou e uma simples febre vai despoletar em mim muitos medos e aflições, este ano uma simples constipação vai ser uma suspeita de Covid-19.Será que as escolas estão preparadas para este ano letivo de 2020/2021?

Será que os professores e os auxiliares estão preparados para este recomeço? Que medidas as escolas adotaram, que medidas a câmara prevê? As infraestruturas estarão preparadas para as divisões das turmas? Como vão conseguir garantir o distanciamento entre os alunos?

Que medidas de higiene foram já tomadas? Como podem os alunos este ano praticar exercício físico, se não podem abrir os balneários? Como vão decorrer as atividades letivas, que organização pedagógica está pensada, qual vai ser a estratégia e a sua avaliação?São todos estes os meus medos, são todas estas as minhas dúvidas, tenho medo do início deste ano letivo, tenho medo que não consigam aplicar todas as medidas de segurança e higiene.

Para um início tão importante, para uma passagem na vida tão importante, como é a aprendizagem e o adquirir de novos conhecimentos, um crescer como pessoa e um crescer intelectual, este ano tão condicionada.

Como mãe eu falo e escrevo que a Câmara deveria tomar algumas medidas para que tudo corresse bem aos meus filhos, a todos os filhos e a todas as crianças e jovens deste concelho. Na minha humilde opinião estas seriam as medidas que deveriam ser tomadas pela nossa Câmara do Barreiro.

Sei que nem tudo é responsabilidade direta da Câmara Municipal, mas é fundamental fazer a pressão junto da tutela para que isto aconteça.

Mais contratações de técnicas operacionais para garantir uma maior vigilância e cuidados nas nossas escolas. Garantir junto do ministério da educação a contratação de mais professores, para se conseguir um menor número de alunos por turma.

Garantir que todos os espaços envolventes da escola se encontram devidamente higienizados, não só dentro, mas fora da escola.

São precisos também mais equipamentos escolares que sejam de fácil higienização e desinfeção e garantir que toda a manutenção é feita atempadamente.

É também fundamental a distribuição de equipamentos de segurança higiénica como é o caso de máscara, luvas, viseira, batas de colarinho elástico e punhos elásticos, álcool gel e desinfetantes apropriados para a limpezas de todas as áreas mas, para se conseguir um bom cumprimento de tudo por parte dos intervenientes (sejam alunos, técnicos ou professores), efetuar ações de esclarecimento e formação contínua de acompanhamento de todo o desenvolvimento da Pandemia por Covid-19 e atualização de toda a situação e das medidas a serem tomadas.

E a Câmara Municipal deve, com a maior regularidade possível, averiguar que todos os procedimentos estão a ser cumpridos.Sou apenas uma mãe como todas as outras, mas este ano com muito medo.Teresa Sabino

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui