Parceiros
Atualidade

Ucrânia: OMS denuncia bombardeamento de Hospital psiquiátrico

- publicidade -

O porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS),Tarik Jasarevic, disse esta sexta-feira que as autoridades da cidade de Kharkiv denunciaram um novo ataque contra um estabelecimento de saúde, desta vez um hospital psiquiátrico.


Neste estabelecimento de saúde estavam mais de 300 pessoas, entre funcionários e doentes, dos quais 50 não podiam mover-se, já que uma parte das instalações atacadas era dedicada a pessoas com deficiência.
“Trata-se de outro ataque à saúde na Ucrânia”, referiu o porta-voz, numa comunicação feita através de videoconferência a partir de Lviv.


“Condenamos todos os ataques a instalações de saúde, a profissionais de saúde ou a doentes, [já que] constituem uma violação flagrante do direito internacional humanitário, privando as pessoas de cuidados médicos e pondo em risco a vida de pacientes e trabalhadores”, disse o responsável da OMS.


O bombardeamento não fez, até agora, vítimas mortais, mas destruiu o segundo e terceiro andares do edifício”, referiram os serviços de emergência, citados pela agência Lusa.


A OMS já contabilizou 26 ataques a instalações de saúde na Ucrânia desde que a Rússia invadiu o país, há 16 dias.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário