Famosos

TVI acusa Marco Paulo de chamar a imprensa a reuniões que pediu ao canal para valorizar o contrato com a SIC

- publicidade -

O cantor Marco Paulo, segundo o CM, assinou contrato com a SIC, mas imprensa especulou longo da semana um suposto interesse dos dois canais no cantor.

A TVI desmente o interesse e diz que foi o cantor que pediu para ter reuniões com o canal, tendo por isso encontros com Mário Ferreira, principal acionista da MediaCapital.

O canal nega interesse e diz que foi “o cantor Marco Paulo que por sua iniciativa abordou a TVI”, “para uma eventual colaboração com o canal e a seu pedido”, acusando-o de ter divulgado esses dados à imprensa: o “que nos leva a crer, que por trás desta ação poderá existir uma tentativa tosca e grosseira de especulação sobre o valor de mercado” do artista, acusa a TVI em comunicado de imprensa.

Veja o comunicado da TVI:

“Face a um conjunto de notícias veiculadas em diversos Órgãos de Comunicação Social com informação falsa sobre um eventual interesse da TVI na contratação do cantor Marco Paulo, cumpre esclarecer:

1 – É falso que o Presidente do Conselho de Administração da Media Capital, Mário Ferreira tenha estado presente em qualquer reunião ou almoço com o cantor Marco Paulo.

2 – Foi o cantor Marco Paulo que por sua iniciativa abordou a TVI no sentido de se disponibilizar para uma eventual colaboração com o canal e a seu pedido, que se realizarem reuniões com alguns dos responsáveis do Grupo.

3 – Não podemos deixar de manifestar a nossa estranheza, quando confrontados com fotografias públicas sobre esses momentos supostamente reservados, o que nos leva a crer, que por trás desta ação poderá existir uma tentativa tosca e grosseira de especulação sobre o valor de mercado de Marco Paulo, num momento de negociação do seu contrato que possa estar a ocorrer com outro canal televisivo.

4 – Desejamos muita sorte a Marco Paulo na sua carreira que merece de todos nós o maior respeito e reconhecimento, mas reafirmamos que não existe qualquer interesse, nem no presente, nem no futuro, da parte da TVI na sua contratação e eventual colaboração com o canal, evitando assim a continuidade de notícias meramente especulativas, lesivas e falsas.”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui