Parceiros
AtualidadePaís

Três incêndios e mais de mil operacionais às 8h

Três incêndios nos distritos de Santarém, Leiria e Vila Real eram às 8h00 os que mais preocupavam os bombeiros, podendo nas próximas horas juntarem-se meios aéreos ao combate, disse à agência Lusa fonte da proteção civil.

O oficial de operações da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) Rodrigo Bretel declarou à Lusa esta manhã, “A esta hora mantém-se o incêndio da Cumeada, concelho de Ourém, em Santarém, que teve início na Quinta-Feira e que está com 585 operacionais e 196 veículos. O incêndio maioritariamente está em resolução e vigilância activa. Apenas não passou efectivamente a resolução (…) porque tivemos algumas reactivações durante a noite. Como a área é muito extensa e temos muitos pontos quentes, mantém-se a vigilância e rescaldo no local”, 


De acordo com o mesmo oficial mantém-se igualmente na mesma situação de rescaldo e vigilância activa, o incêndio que deflagrou às 15:50 de Sexta-Feira em Vale da Pia, concelho de Pombal, no distrito de Leiria. Mobilizava 342 operacionais, com o apoio de 108 veículos.

“Atendendo à extensa área do incêndio, mantém-se em curso, apesar de no seu perímetro estarmos em trabalho de vigilância activa, tendo havido apenas cerca das 07h20 uma reactivação na localidade de Sarzeda”, indicou.

A preocupar os bombeiros está também o fogo que deflagrou às 15h15 de Domingo em Canedo, concelho de Ribeira de Pena, no distrito de Vila Real, que estava às 08h00 a ser combatido por 150 operacionais, com o auxílio de 143 veículos.

“Às 07h10 estava em rescaldo, mas num dos seus sectores estava ativo, ainda que a ceder aos meios”, disse.

O oficial de operações da ANEPC disse também que nas próximas horas devem ser activados se necessário meios aéreos para ajudar no combate.

Portugal continental entrou hoje às 00h00 em situação de contingência, que deverá terminar às 23h59 de sexta-feira, mas poderá ser prolongada caso seja necessário.

A declaração da situação de contingência foi decidida devido às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para o agravamento do risco de incêndio, com temperaturas que podem ultrapassar os 45º em algumas partes do país, segundo disse, no sábado, o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro.

Devido à situação de risco, Portugal ativou o Mecanismo Europeu de Proteção Civil e a Comissão europeia mobilizou, no Domingo, dois aviões espanhóis para combater os incêndios no território português.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carreguem em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.