AlmadaDistrito SetúbalJustiça

Traficavam droga por telemóvel em Lisboa e na margem sul

publicidade

Dois homens foram esta segunda-feira condenados no Juízo Central Criminal de Almada, a penas de prisão, após acusações dos crimes de tráfico de estupefaciente e, um deles, de detenção de arma proibida.

A um dos arguidos foi aplicada uma pena de prisão de 5 anos e 6 meses e a outro 4 anos, sendo que o primeiro ficou em prisão preventiva (situação em que já se encontrava),enquanto o outro permanecerá em liberdade, mediante proibição de saída do país, para o que lhe foi retido o passaporte.

No acórdão a que o Diário do Distrito teve acesso, o tribunal deu como provado que ambos se dedicaram à aquisição e revenda de cocaína, entre Janeiro e Outubro de 2019, nas áreas de Lisboa, Costa de Caparica, Amora, Coina e Azeitão, «fazendo dessa atividade o seu modo de subsistência e o do seu agregado».

Para o ‘negócio’ utilizavam vários equipamentos telefónicos com os quais recebiam e faziam chamadas ou SMS para marcar encontros e combinar as quantidades a transacionar.

«Esses encontros realizavam-se depois, sempre de forma fugaz, sem diálogos, apenas trocando o produto pelo dinheiro, ora nas imediações das residências (dos compradores ou vendedores), ora em locais diversos (Amoreiras, estações de abastecimento de combustível e de lavagem de viaturas, designadamente).»

A acusação obteve prova dos ilícitos através de «inúmeros relatos de vigilância e seguimentos automóveis, em apreensões (a alguns dos adquirentes, mal acabavam o encontro com os arguidos vendedores), buscas, além de visionamento de imagens de videovigilância, nos locais de reunião, depoimentos policiais e de numerosos consumidores, que auxiliaram na descodificação das comunicações intercetadas, em que eram, com os arguidos, interlocutores».

Foram declarados perdidos a favor do Estado as substâncias estupefacientes apreendidas, as armas, os telemóveis e dinheiro (cerca de 10.000 euros).

A Investigação, liderada pelo Ministério Público do DIAP de Almada, foi levada a cabo pelo NIC/ALMADA da GNR.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui