AlmadaAtualidadeBarreiroEconomiaMontijoSeixal

Trabalhadores nos bares da TT/SL exigem reabertura dos bares dos barcos

publicidade

Os trabalhadores do serviço de bar e restauração dos barcos da Transtejo/Soflusa vão fazer uma concentração no terminal fluvial do Cais do Sodré, dia 1 de Outubro, às 08h30, para exigir a retoma da sua actividade, parada desde Março.

A informação é do Sindicato de Hotelaria do Sul que indica que o protesto será dos trabalhadores da Eurorest a prestar serviço nos bares dos barcos da empresa, «para denunciar e exigir, a retoma do serviço de Bar nos barcos que asseguram as ligações fluviais entre a margem sul e a capital».

Segundo o sindicato, na Transtejo/Soflusa, desde o passado dia 16 de março que está suspenso o serviço de Bar e Restauração nos barcos da empresa, serviço concessionado à empresa Eurest, e que emprega cerca de duas dezenas de trabalhadores.

«No actual momento, e após levantada a maioria das restrições para a retoma das actividades de restauração, a Transtejo/Soflusa insiste em manter os bares dos barcos encerrados e justifica essa decisão com o actual momento de pandemia e com as imposições vindas das autoridades de saúde, nomeadamente as emanadas pela Direção Geral de Saúde (DGS).

No entanto, o entendimento do sindicato, e dos trabalhadores, é que não existe nenhuma limitação legal que impeça a retoma do serviço dos bares dos barcos, desde que sejam asseguradas todas as mediadas de protecção dos trabalhadores e clientes, bem como, o controlo sanitário exigido para a totalidade dos estabelecimentos de restauração e bebidas.»

Para o sindicato «é perfeitamente possível compatibilizar a retoma da actividade laboral e assegurar o cumprimento de todas as regras de segurança sanitária para trabalhadores e utentes do serviço publico de transporte fluvial.

Os trabalhadores querem retomar a sua actividade laboral com responsabilidade e ocupar os seus postos de trabalho.

Mantendo-se esta situação, e intransigência da Transtejo/Soflusa em manter a Suspensão do serviço de Bar e Restauração nos barcos, pode estar em causa os postos de trabalho de duas dezenas de trabalhadores.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui