AlmadaJustiça

Tirbunal aplicou TIR a homem que disparou sobre carros e pessoas na Fonte da Telha

publicidade

O homem que foi detido por ter disparado sobre vários carros e ameaçado pessoas na Fonte da Telha, Almada, no dia 9 de Novembro, viu-se serem aplicadas as medidas de coação de Termo de Identidade e Residência; obrigação de se sujeitar a tratamento/adição ao consumo de bebidas alcoólicas; obrigação de permanência na habitação, sujeito a meios de controlo à distância.

O Ministério Público requereu a aplicação ao arguido das medidas de coação de TIR e prisão preventiva, tendo no dia seguinte ao interrogatório judicial, a Juiz de Instrução do Tribunal de Almada aplicou antes as medidas já referidas.

Perante esta decisão, é intenção do MP interpor recurso das medidas de coação aplicáveis.

O homem está indiciado pela prática de dois crimes de homicídio na forma tentada e ainda de um crime de detenção de arma proibida, cometidos na madrugada do dia 9 de Novembro.

Nessa altura dirigiu a sua viatura até à Fonte da Telha na posse de um revólver devidamente municiado e para o qual não tinha qualquer licença de uso e aí, por motivos ainda não concretamente apurados, começou a disparar a arma para o ar por diversas vezes e de forma indiferenciada para os veículos que ali circulavam, bloqueando-lhes se necessário fosse a trajetória.

O arguido disparou, ainda, pelo menos em duas situações, em direção às pessoas dos seus ocupantes, por forma a lhes tirar a vida, não o conseguindo porém por factos alheios à sua vontade.

A investigação prossegue sob direção do Ministério Público das Secções de Almada do DIAP da Comarca de Lisboa, com a coadjuvação da PJ/Diretoria de Setúbal, tendo a detenção sido realizada pela GNR do Destacamento da Charneca da Caparica.  

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui