BarreiroOpinião

Tempo de agir

publicidade

Aquilo que um jovem mais ouve ao crescer é que a juventude é o futuro.

Efetivamente, é. Mas será que são dadas oportunidades aos jovens para eles serem e se prepararem para ser o futuro?

Como detentores do futuro, os jovens devem ser estimulados a desenvolver um pensamento crítico, a serem ativos na sociedade e a contribuírem positivamente na sociedade. Ora, em relação a isso, pouco ou nada é feito na nossa sociedade. Os jovens pouco ou nada fazem socialmente e pouco ou nada lhes interessa saber mais sobre o contexto social, político e económico em que vivem. Este trabalho tem de ser amplamente desenvolvido a nível local e nacional. De nada servem palavras vagas em planos eleitorais. É preciso passar à ação!

Em primeiro lugar, deve-se apoiar os mais variados movimentos e associações que já existem, para que possam desenvolver trabalho nas suas áreas. Dever-se-á ter o cuidado de tentar suprimir os interesses da comunidade juvenil em geral em cada área.

Também dever-se-á incentivar ao voluntariado, seja em sede associativa, seja em sede escolar. Alguns países, como o Canadá, incentivam que os jovens façam um certo número de horas de voluntariado – uma iniciativa excelente para implementar por cá.

Deverá, também, de haver iniciativa parlamentar e governamental para que politicas da juventude sejam estabelecidas. Dever-se-á estabelecer diretrizes gerais a serem aplicadas e fazer com que os municípios e juntas de freguesia cumpram ao máximo essas políticas. Devem-se criar, nas escolas e associações, debates sociais, políticos e económicos sobre várias temáticas, de modo a que os jovens possam desenvolver um pensamento crítico e começarem a estar conscientes do mundo e da sociedade em que vivem.

No caso específico do Barreiro, vemos que o nosso Barreiro tem tanto para dar e os nossos jovens têm tanto para oferecer. É necessário que desenvolvamos mutuamente o nosso município e os nossos jovens através de iniciativas para a juventude, para o voluntariado e para a dinamização (tornando, assim, o Barreiro mais dinâmico também – desenvolver a juventude, desenvolverá outras coisas também).

Deste modo, os jovens estarão a contribuir para que a sua sociedade e o seu futuro sejam melhores, de acordo com as suas opiniões sólidas e alicerçadas ao longo do tempo. Serão melhores cidadãos e mudarão o mundo de uma maneira melhor e mais significativa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui