Situação de covid-19 na Moita ‘está controlada e confinada’

Autarcas da Moita tranquilos sobre situação de covid-19 no concelho

@Direitos Reservados
publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

O assunto do aumento dos casos confirmados de covid-19 no concelho da Moita, apresentado no relatório diário da DGS desta segunda-feira, conforme o Diário do Distrito noticiou, foi levantado esta noite na Assembleia Municipal da Moita, pelo deputado municipal João Celeiro.

O presidente Rui Garcia respondeu que “no sábado foi detectado um caso de um doente covid19 positivo e foram feitos testes a todos os funcionários e utentes, testes que detectaram perto de 30 casos positivos.

Todo o processo foi acompanhado pela Autoridade de Saúde e pela Segurança Social, além da Câmara Municipal da Moita.

Estão concluídos os testes, foi possível encontrar as soluções no próprio estabelecimento para separar os doentes e cumprir medidas de segurança e não foi preciso acionar qualquer outro tipo de alojamento.

Da parte da Câmara Municipal estamos confiantes, porque a situação está controlada e confinada.”

«Não há surtos nas ruas da Moita»

O relatório da DGS desta segunda-feira dá conta de um aumento de mais vinte casos no concelho da Moita, o maior ao nível do distrito de Setúbal.

Uma das situações que pode ter levado a estes dados foi a situação detectada no Centro Geriátrico «Solar dos Fidalgos», na Baixa da Banheira, Moita.

Ao Diário do Distrito, Nuno Fialho Cavaco, presidente na empresa União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira salientou que “não há surtos nas ruas, como as pessoas podem pensar.

Temos sim vários casos pontuais, sobretudo de trabalhadores que utilizam os transportes públicos ou transportes de empresas privadas.”

E acrescenta ainda que “do conhecimento que tenho em resultado dos apoios sociais que são prestados a moradores, não há registo de qualquer caso, porque temos actuado de imediato”.

 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome