Autárquicas 2021DestaqueSetúbal

Saiba quem são os candidatos do PS às juntas de freguesia de Setúbal

O Partido Socialista já apresentou os candidatos às juntas de freguesia de Setúbal para as próximas eleições autárquicas.

- publicidade -

O Partido Socialista já apresentou os candidatos às juntas de freguesia de Setúbal para as próximas eleições autárquicas. Os cabeças-de-lista foram aprovados na passada 6ª feira, dia 28 de Maio, em Assembleia Geral.

Numa nota enviada ao Diário do Distrito, o PS Setúbal indica:

Bruno Frazão (São Sebastião): 39 anos, natural de Setúbal, Licenciado em Animação e Intervenção e Mestre em Teatro e Comunidade. É Técnico Superior da Câmara de Setúbal na área do turismo e animação. Desde 1999 é Dirigente Associativo passando por diversas associações sendo o atual Presidente da Companhia de Teatro de Setúbal (ACTAS).

Fernando Paulino (União de Freguesias de Setúbal): 61 anos, natural de Setúbal, Supervisor, é vereador do PS na Câmara Municipal de Setúbal desde 2013. É Presidente da Associação de Socorros Mútuos Setubalense desde 1997. Foi Vice-Presidente da União das Mutualidades Portuguesas. Foi Presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria da Graça entre 2009 e 2013.  

Teresa Andrade (União de Freguesias de Azeitão): 47 anos, Doutorada em Psicologia Clínica, é Professora Associada no Instituto Universitário Egas Moniz. Desde 2017, é Vereadora do PS na Câmara Municipal de Setúbal, em regime de substituição, tendo sido Deputada Municipal do PS entre 2013 e 2017. É Presidente da Mulheres Socialistas da Concelhia de Setúbal.

Sérgio Silva (Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra):44 anos, licenciado em Eng.ª Eletrotécnica e Computadores no Ramo das Energias Renováveis, trabalha como backofficer na Unidade de Negócio e Gestão de Energia, numa das maiores empresas nacionais de referência internacional no sector da Energia.

Osvaldo Valente (Sado):  48 anos, carteiro. É o atual líder da bancada do PS na Assembleia de Freguesia do Sado.

No comunicado, o partido refere que “são estes os rostos da desejada e necessária mudança que está a chegar a Setúbal. Gente feliz, genuína, de confiança, que não está zangada. Gente positiva, da nossa terra, que quer fazer o que ainda não foi feito nos seus territórios, não de uma forma isolada, mas na perspetiva do todo que inclui em equilíbrio e que com todos conta.

Está, assim, dado mais um passo importante na preparação do futuro do concelho de Setúbal e na perspetiva da constituição de um coletivo positivo, com projeto vencedor para uma cidade inteira e para um concelho completo”.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui