Parceiros
Mundo

Rússia exige devolução de obras de arte em museus europeus

- publicidade -

A direção do Museu Hermitage, sediado em São Petersburgo, Rússia, está a exigir aos museus italianos a devolução de obras de arte que se encontravam emprestadas, antes do fim do prazo previsto.

Ao Museu Palazzo Reale de Milão foi solicitada a devolução de dois quadros: ‘Jovem mulher com chapéu de penas’, da autoria do pintor veneziano Ticiano e a imagem ‘Veneza do século XVI’.

«Penso que as duas obras serão levadas até ao final de Março», disse Domenico Piraina, o diretor do museu de Milão, acrescentando que não pode opôr-se ao pedido.

«Quando li a carta, senti-me amargurado porque a cultura deveria ser protegida da guerra, mas estes são tempos difíceis.»

Por sua vez, a Gallerie d’Italia, responsável por outro museu em Milão, também recebeu um pedido de devolução de 23 obras de cerca de 200 que fazem parte da actual exposição ‘Grand Tour’.

«Serão devolvidos antes do encerramento da exposição a 27 de março», afirmou um porta-voz do banco Intesa Sanpaolo que possui a coleção na galeria.

Igual pedido foi feito à Fundação Fendi, sediada em Roma, e a outro museu na cidade do norte de Udine.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário