Parceiros
Mundo

Reino Unido apela ao Youtube para sancionar Rússia após ‘partida’ contra membro do Governo

- publicidade -

O Ministério da Defesa inglês partilhou há minutos um comunicado no qual informa que recorreu aos responsáveis do Youtube para retirarem vídeos russos de ‘desinformação’.

«Vamos apelar ao YouTube para nos ajudar a apoiar a Ucrânia, eliminando vídeos adulterados pelo estado russo e divulgados para tentar minar o moral de um povo que luta por sua liberdade» refere a nota, acompanhada por um emoji com a bandeira ucraniana.

O Ministério partilha ainda a carta formal que diz ter enviado ontem, na qual acusa a Rússia de «apresentar desinformação através de vários vídeos, que podem criar risco substancial na segurança nacional do Reino Unido, e na sua posição na NATO, perante os parceiros internacionais, já para não falar em que colocam em risco a unidade internacional na luta contra a invasão ilegal pela Rússia à Ucrânia».

Em causa estão vídeos que têm vindo a ser partilhados naquela plataforma, onde o Secretário de Estado da Defesa, Ben Wallace, surge numa video-chamada a falar com alguém que ele julgava ser o primeiro-ministro ucraniano, Denys Shmyhal, e a quem responde de forma espontânea a algumas questões sobre a entrada da Ucrânia na Nato, bem como possíveis medidas de apoio ao governo ucraniano contra a invasão.

Para o governo inglês, tudo não passou de uma encenação levada a cabo pela Rússia.

A partida foi reivindicada por uma dupla russa, Vovan222prank – Lexus e Vovan, (Vladimir Kuznetsov e Alexei Stolyarov), que já tinham divulgado um vídeo com Elton John, que se tem vindo a opor à propaganda russa e leis anti-gays, bem como um vídeo com uma partida ao primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário