Insólito

Reclusa sem visitas ou saídas engravida e acusa guarda prisional de ser o pai do bebé

publicidade

A reclusa está detida há vários anos e engravidou sem saídas precárias ou visitas íntimas desde o início da pandemia covid-19, em março.

A mulher está detida na cadeia de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos, e está grávida de três meses.

A presidiária acusa um guarda prisional do estabelecimento onde está detida de ser o pai da criança.

As medidas de prevenção para a covid-19 nos estabelecimentos prisionais cancelaram todas as visitas e até mesmo as íntimas, como medida de precaução.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui