JustiçaMoita

Quatro anos de prisão efectiva por venda de estupefacientes na Baixa da Banheira

publicidade

O Juízo Central Criminal de Almada condenou, esta sexta-feira, um arguido pela prática do crime de tráfico de estupefacientes na pena de 4 anos de 2 meses de prisão.

No acórdão a que o Diário do Distrito teve acesso, é referido que «esta decisão está em consonância com o defendido pelo Ministério Público em alegações finais, tendo ficado totalmente demonstrada a factualidade imputada na acusação».

Os factos tiveram lugar na zona da Baixa da Banheira, entre março e outubro de 2019 e o tribunal deu como provado que o arguido, de 24 anos de idade, se dedicava à venda de heroína e cocaína.

A prova foi obtida através de vigilâncias de que o arguido foi alvo e as imagens recolhidas no decurso das mesmas pela PSP do Barreiro que coadjuvou o Ministério Público (DIAP da Moita) na investigação.

A prova assentou, também, em revista ao arguido e na busca domiciliária, onde foram apreendidas mais de 200 doses de substâncias estupefacientes, produto de corte e cerca de 4 mil euros, valor que foi declarado perdido a favor do Estado.

O arguido, que confessou os factos, ficou a aguardar o trânsito em julgado da decisão em prisão preventiva.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui