Distrito SetúbalPolítica

PSD Setúbal alerta para falta de capacidade de resposta dos hospitais no distrito

- publicidade -

Numa nota enviada hoje às redações, a Comissão Política Distrital do PSD Setúbal alerta para a falta de capacidade de resposta e caos na urgência dos hospitais de Setúbal, «face ao agravamento da pandemia de covid-19 e ao desinvestimento do Governo PS no Serviço Nacional de Saúde (SNS)».

A nota de imprensa, assinada pelo presidente da Comissão, Paulo Ribeiro, indica que «a distrital de Setúbal do PSD tem alertado desde sempre para a necessidade de ampliação dos hospitais, nomeadamente dos seus serviços de urgência, para impedir que se acumulem macas nos corredores ou até mesmo utentes deitados no chão, como aconteceu na passada semana no Centro Hospitalar de Setúbal».

O dirigente social-democrata acusa o Governo pela «incapacidade de antecipar e planear de modo conveniente a época gripal, à  que se juntam as medidas avulsas de gestão da pandemia», salientando que «a evolução crescente do número de casos de covid-19 no país e, em particular, no distrito de Setúbal, tem conduzido a uma rutura nos serviços hospitalares».

Segundo a Comissão Política Distrital do PSD de Setúbal, a atual situação nos hospitais da região de Setúbal «é resultado do desinvestimento do Governo socialista no SNS, que tem prejudicado ainda mais os cidadãos mais pobres e que não conseguem recorrer aos sistemas privados de saúde» e considera que «não é admissível que  isto  aconteça  em  2021».

Paulo Ribeiro garante ainda que «não ficamos indiferentes também às consultas, tratamentos e cirurgias canceladas. Defendemos uma maior articulação entre todos os sectores (privado, social e público). Exigimos uma testagem massiva nos lares e nas escolas, com o apoio das autarquias».

Por último, a Distrital de Setúbal do PSD realça «a competência, abnegação e sentido de dever dos profissionais de saúde do SNS que trabalham, na maior parte das vezes, em condições degradantes para eles e para os utentes».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui