BarreiroJustiça

Prisão efectiva para assaltantes de casas e estabelecimentos no Barreiro

publicidade

O Juízo Central Criminal de Almada condenou a prisão efectiva dois arguidos, um com 24 anos e outro com 31 anos, pela prática de crimes de furto qualificado.

Ao primeiro foi aplicada uma pena de 6 anos de prisão, ao segundo uma pena, também efetiva, de 4 anos e 10 meses de prisão.

Os factos tiveram lugar no Barreiro, entre novembro e 2019 e fevereiro de 2020.

O tribunal deu como provado que os arguidos levaram a cabo diversos assaltos a residências e estabelecimentos comerciais, aos quais acediam por escalamento ou arrombamento.

Na última das situações vieram a ser intercetados pela polícia quando transportavam um LCD. Impressões digitais, imagens de videovigilância e o reconhecimento por um dos ofendidos vieram provar que eram igualmente os autores dos restantes furtos em julgamento.

Ambos os arguidos têm antecedentes criminais e evidenciam desestruturação social, familiar, profissional e académica, a que acrescem problemas aditivos.

A investigação foi dirigida pelo DIAP/Barreiro com a coadjuvação da PSP.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui