Parceiros
País

Presidente da República lamenta morte do general Brochado de Miranda

O Presidente da República aproveitou a página da Presidência para publicar a nota de pesar.

- publicidade -

Numa nota publicada na página oficial da Presidência da República, lê-se que Marcelo Rebelo de Sousa “lamenta profundamente” a morte do general Brochado de Miranda e envia as mais sentidas condolências à família, aos amigos e à Força Aérea.

Chefe do Estado-Maior da Força Aérea entre 10 de abril de 1984 e 29 de agosto de 1988, o general Jorge Brochado de Miranda “foi uma distinta personalidade da vida militar portuguesa”, refere-se no texto.

“Decano do curso de Aeronáutica, foi incorporado a 03 de agosto de 1945 e brevetado a 01 de outubro de 1947, tendo voado essencialmente aeronaves de combate. Ao longo da sua carreira militar, exerceu várias funções de comando e chefia, no continente, nos Açores, em Moçambique e em Angola”, lê-se na nota de pesar da Presidência.

O general Brochado de Miranda foi “várias vezes agraciado pelo Estado Português, nomeadamente com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis e com a Medalha de Prata de Serviços Distintos com Palma”.

A nota de Marcelo Rebelo de Sousa recorda que, em 31 de janeiro de 2018, o Presidente da República condecorou Brochado de Miranda “com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada, elogiando a notável criação histórica militar, envolvendo uma vida de devoção à pesquisa, à escrita, à criação cultural, ao serviço da pátria”.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário