AtualidadeDestaqueSetúbal

GNR apreendeu 36 veículos em corrida ilegal com mais de 260 pessoas na Praia da Figueirinha

- publicidade -

Em comunicado enviado às redações, o Comando Territorial de Setúbal informa que através do Destacamento de Trânsito de Setúbal, na madrugada deste sábado, 7 de agosto, desenvolveu uma operação policial de fiscalização rodoviária com o intuito de prevenir a realização de corridas ilegais e desocupar a via pública que estaria a ser ocupada ilegalmente, em ambos os sentidos da Estrada Nacional (EN) 10 – 4, junto ao parque de estacionamento da praia Figueirinha – Setúbal.

O evento contava com cerca de 130 veículos e decorria sem qualquer licenciamento, com espectadores e veículos a ocupar a via pública, no parque de estacionamento da praia da Figueirinha, bem como nas bermas da EN 10 – 4, provocando graves constrangimentos à fluidez de tráfego rodoviário, situação que foi reposta pela GNR.

No decorrer da operação foram fiscalizados diversos veículos automóveis e motociclos, tendo sido intercetados e fiscalizados 67 condutores e obtidos os seguintes resultados: 36 autos de contraordenação, por transformação de veículos e por existência de veículos com características não averbadas no Documento Único Automóvel; 23 veículos automóveis apreendidos por alterações às características construtivas e notificados os proprietários para serem submetidos a Inspeção Extraordinária; 11 veículos em que foram apreendidos os documentos por circularem com características não averbadas no Documento Único Automóvel; 1 auto de contraordenação por transformação de veículo; 1 auto por Introdução Irregular no Consumo, em virtude de um veículo possuir alterações às características construtivas, que alteram a cilindrada e a quantidade de CO2 emitido e de onde resulta a alteração do valor de IUC devido para o veículo em causa.

Foram ainda elaborados 2 autos de contraordenação por condução de veículos sem habilitação legal e 2 autos de contraordenação por falta de inspeção periódica obrigatória;

Esta ação decorreu com o reforço do Destacamento Territorial de Setúbal, do Destacamento de Intervenção (DI) de Setúbal e do Grupo de Intervenção de Ordem Pública (GIOP) da Unidade de Intervenção (UI).

A GNR indica ainda que «não estavam a ser cumpridas as medidas para conter a pandemia COVID-19, nomeadamente o facto de se encontrar um ajuntamento com cerca de 250 pessoas sem cumprir o distanciamento social».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo