Atualidadecoronavírus

Plano de vacinação covid19 pode vir a integrar bombeiros e políticos entre prioritários

- publicidade -

Após várias posições de autarcas e entidades a exigir que os bombeiros passassem a ser integrados no Plano Nacional de Vacinação, Francisco Ramos, coordenador da task-force do

Plano, anunciou que está a ser trabalhada uma proposta par que os bombeiros «possam ser incluídos entre os prioritários».

Além destes, a proposta poderá incluir também os titulares de altos cargos de decisão, considerando que «é essencial estarem protegidos», referiu o responsável numa entrevista ao jornal Expresso.

«Os titulares de altos cargos inserem-se aqui. Mas não só. Estamos a falar também de bombeiros, que não são profissionais de saúde, mas que trabalham na emergência pré-hospitalar e transporte de doentes urgentes. Estamos a falar de cerca de 16 mil pessoas».

Os elementos das Forças Armadas também pode vir a ser incluídos no grupo de prioritários, mas «não basta ser militar para entrar neste primeiro grupo. O primeiro critério é este: qual é a participação destas entidades na proteção para a pandemia e na execução do plano de vacinação? O transporte de vacinas, por exemplo, é feito por elementos da PSP e da GNR, e essas pessoas são essenciais» referiu Francisco Ramos.

A proposta do pedido por parte dos professores para serem igualmente considerados prioritários, Francisco Ramos responde que «a única situação que nos impede de atender a essas reivindicações é a escassez de vacinas».

A Associação Nacional de Bombeiros e Agentes da Proteção Civil (Fénix) congratulou-se esta sexta-feira com a inclusão destes profissionais nos prioritários para a vacinação Covid-19, lembrando que esta mudança é o assumir de um erro.

Numa segunda nota às redações, a Associação deu conta que «teve conhecimento de que já decorre a vacinação dos Bombeiros» e lamenta que esta seja «tardia» desejando que «não seja  apenas  uma medida pontual, e que o processo decorra de forma célere».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui