AtualidadeCantinho da Bicharada

Petição exige justiça contra proprietária de canil onde morreram animais em Santo Tirso

- publicidade -

O incêndio que deflagrou na Serra da Agrela causou a morte de vários animais num abrigo em Santo Tirso, como o Diário do Distrito já noticiou.

No entanto, os animais morreram porque apesar de no local se encontrarem várias pessoas, de particulares ao PAN e ao IRA, dispostas a resgatar os animais, as proprietárias do espaço do Cantinho 4 Patas, não permitiram a entrada destas no terreno.

tarot terapêutico

Em 2010 havia ocorrido uma situação semelhante no mesmo canil, e na altura a proprietária solicitou ajuda para recuperar o espaço.

Foi, entretanto, lançada uma petição que já conta com 7.811 assinaturas, e que exige «justiça» pela falta de prestação de auxílio aos animais do canil cantinho 4 patas em Santo Tirso, dirigida ao Presidente da Assembleia da Republica, com críticas para a proprietária do espaço e para a GNR que também impediu a retirada dos animais.

«Venho por este meio como cidadã Portuguesa pedir justiça

Por maus tratos a animais do Canil Cantinho 4 patas na Serra da Agrela em Santo Tirso, que foi consumido pelas chamas esta madrugada, em que tiveram lá Agentes da GNR e a Proprietária do Terreno que impediram o salvamento dos animais, negando auxílio enquanto ainda se podiam salvar os animais.

Viviam lá cerca de 150 animais de companhia.

Esta situação não pode ficar impune.

Visto os animais terem os seus direitos, e uma situação de maus tratos, negação de auxílio há vida, estando presentes a GNR e a proprietária que nada fizeram para salvar estas vidas e não deixaram socorrer quem lá se encontrava membros da PAN e pessoas civis.

Ficando indiferentes ao sofrimento das vidas que ali sofriam queimadas e alguns ainda vivos queimados em sofrimento.

Venho pedir Justiça para que tanto a GNR como a proprietária venham a ser julgados em tribunal e punidos, pelos crimes de maus tratos aos animais de companhia, negligência, e falta de auxílio quando o poderiam ter feito.»

- publicidade -

Artigos Relacionados

10 Comentários

  1. Não há palavras que definam um ato de tamanha cobardia e crueldade. Lamento muito a forma macabra com que os pobres patudos perderam a vida.

  2. Lamento muito a forma como deixaram que este acontecimento tomou tamanhas proporções e com que os pobres patudos perderam a vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui