Parceiros
Destaque
Em Destaque

PCP não fecha sedes nem faz despedimentos

A subvenção do Estado 'emagreceu' mas PCP diz que não irá fechar sedes nem despedir.

- publicidade -

As últimas eleições legislativas deram um corte de eleitos em vários partidos, e o Partido Comunista Português (PCP) não foi exceção a esse corte. Com o corte de eleitos na Assembleia da República, os partidos também começam a ver as subvenções a serem ’emagrecidas’ e com isso o BE e o CDS-PP já vieram dizer que vão começar a fechar sedes e a despedir pessoal.

O PCP garantiu esta semana o contrário, não está previsto qualquer encerramento de sede ou despedimentos naquele partido. O apoio ao grupo parlamentar é pouco, mas o partido garantiu que não será essa via para encerrar ou despedir.

Segundo fonte próxima do PCP adianta que “alguns dos atuais quadros de apoio não terão renovada a nomeação, uma vez que eram ocupados esses quadros por nomeação política“. Diz a mesma fonte que o partido também terá outras fontes de rendimento como a Festa do Avante que é realizada em setembro e que os três dias consegue fazer fase a despesas anuais.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário