MundoPolítica

PCP condena nova agressão israelita a Gaza

O Partido Comunista Português emitiu este domingo um comunicado de imprensa, no qual «condena os bombardeamentos em curso de Israel sobre a Faixa de Gaza, que já provocaram dezenas de mortos e centenas de feridos entre a sua população».

Desde sexta-feira que Gaza tem vindo a ser alvo de ataques israelitas que já causaram 32 mortos e 215 feridos, conforme dados do Ministério da Saúde da Faixa de Gaza.


Os ataques começaram como uma ‘ofensiva preventiva’ israelita com ataques aéreos na Faixa de Gaza, alegadamente dirigidos contra o grupo palestiniano Jihad Islâmica, e tornou-se no pico mais grave de violência na área desde 2021.

«Esta nova agressão é da inteira responsabilidade do governo de Israel, que nos últimos dias optou por uma escalada dos confrontos, ao assassinar um dirigente da resistência palestiniana, matando também civis e crianças durante essa operação de liquidação que teve por alvo um prédio de habitação» refere o PCP no comunicado.

«Inserindo-se numa longa lista de crimes e agressões contra o povo palestiniano, cujos direitos internacionalmente reconhecidos continuam a ser espezinhados por sucessivos governos israelitas, esta campanha de bombardeamentos contra uma população há décadas sujeita a um feroz bloqueio é igualmente inseparável da escalada de guerra e agressão do imperialismo.»

Em relação ao papel de Portugal, «o PCP insta o Governo Português – ao contrário do que sucedeu em anteriores agressões semelhantes – para que condene inequivocamente os bombardeamentos em curso e que intervenha no sentido de impedir a já anunciada intenção do governo israelita de os prosseguir» e apela ainda «ao reforço da solidariedade com a luta do povo palestiniano e pelos seus inalienáveis direitos nacionais».


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.