Paróquia e movimento associativo revitalizam Festas em Honra de Nª Sª da Anunciada

A freguesia de São Sebastião, em Setúbal, vai receber entre 20 de Setembro e 26 de Outubro, as Festas em Honra de N. S.ª da Anunciada, uma festividade que estava interrompida há mais de uma década.

0
150
Tempo de Leitura: 2 minutos

A freguesia de São Sebastião, em Setúbal, vai receber entre 20 de Setembro e 26 de Outubro, as Festas em Honra de N. S.ª da Anunciada, uma festividade que estava interrompida há mais de uma década.

Coube ao Padre Fernando Paiva, pároco de Nª Srª da Anunciada e ao presidente da União das Freguesias de Setúbal, Rui Canas, explicar aos poucos órgãos de comunicação social presentes, o significado da revitalização das festas.

Com um pequeno enquadramento histórico das Festas e da criação da paróquia no século 18, o Padre Fernando Paiva relembrou o facto de “não serem realizadas as festas há cerca de 15 ou 16 anos, mas quando se começou a falar de reactivarmos estas festas, a recepção por parte do movimento associativo e até dos comerciantes da paróquia não podia ser melhor.

Queremos, no entanto, realizar umas festas que vão para além do aspecto religioso, e que tenham também uma vertente cultural e artística, daí optarmos por um programa alargado que abrange quase um mês, e desta forma reforçar também a identidade das pessoas desta freguesia.”

Em resposta ao Diário do Distrito sobre se a data escolhida tem algum carácter religioso, Rui Canas explicou “que não, porque a festa da Senhora da Anunciada tem o seu auge com o círio da Arrábida. Mas quisemos fazer reviver estas festas numa altura em que não fossem de encontro a outras festas de Verão que decorrem por todo o concelho.

Debatemos vários cenários, e entendemos que o último fim-de-semana de Setembro seria a altura ideal, porque as pessoas já voltaram de férias, estão a reentrar no seu ciclo habitual de vida e teriam estas festas quase a assinalar o final do Verão. Pretendemos que não tenham apenas lugar este ano, mas venham a marcar o calendário de festas do concelho.

Como presidente da Junta, neste meu mandato, tenho tido a felicidade de ver renascer várias festas tradicionais e outras serem requalificadas nesta freguesia.

E o programa destas festas em particular, conseguido com a ajuda de todos, que além do profundo carácter religioso, demonstra também as parcerias que se estabeleceram com todos os envolvidos, e do que resulta uma grande dimensão e diversidade, que partiu das várias ideias que foram sendo propostas por todos, os ingredientes necessários para qualquer trabalho de revitalização que se pretende prolongar no tempo e que não seja apenas um episódio deste ano.”

Sobre as datas, o Padre Fernando Paiva explicou que “a data de Outubro é também muito rica em termos religiosos, com a ligação ao 13 de Outubro em Fátima e por isso teremos um momento em que vamos receber os vários grupos de peregrinos desta paróquia no dia 18 de Outubro”.

O Padre Fernando Paiva realçou “o apoio das associações locais, com quem começámos a falar há alguns meses, e também da União das Freguesias e da Câmara Municipal de Setúbal” e destacou ainda alguns pontos do programa “vasto e para vários gostos, com especial destaque para o programa religioso, que terá o seu ponto alto na procissão das velas no dia 28 de Setembro, a partir das 21h00, até à sede dos Escuteiros, em Casal Figueiras, e a procissão que terá lugar no dia 29 de Setembro, às 17h00, seguida de missa na Igreja Matriz, que será presidida por D. José Ornelas. Como temos a colaboração do Moto Clube de Setúbal, terá também lugar no dia 20 de Outubro a bênção dos capacetes no adro da Capela do Vale da Rasca, às 15h45, seguida de missa com a imagem peregrina de Nª Sª da Anunciada.”

Acerca do crescente interesse dos paroquianos pela revitalização de festas do género, o Padre Fernando Paiva frisou o facto de “na paróquia termos uma política de ‘portas abertas’ quer para os paroquianos que nos procuram pela fé, quer para quem nos visita para conhecer o património e a nossa História, e isso aproxima a igreja das pessoas.”

O Padre Fernando Paiva salientou ainda a importância das obras que estão a decorrer com o apoio institucional “no adro da igreja matriz, no sentido de dar melhor mobilidade, e temos ainda um projecto para a requalificação da capela mortuária e a criação de uma segunda, de forma a permitir mais conforto a quem passa pela dor de perder um ente querido.”

Outros trabalhos de restauro estão a decorrer no altar da igreja e na própria imagem da Senhora da Anunciada, “que na procissão será substituída por uma outra imagem, mais recente.

As festas têm como parceiros a Comissão dos 400 anos da Morte de Frei Agostinho da Cruz, a Comissão Diocesana de Arte Sacra e o Moto Clube de Setúbal, e contam com o apoio da Câmara Municipal, da União das Freguesias de Setúbal e dos Bombeiros Voluntários de Setúbal e a secção gastronómica fica a cargo d’ Os Alcorrazes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome