DistritoPalmela

PALMELA – Autarcas pedem explicações sobre situações pertinentes

A última sessão do executivo ficou marcada por pedidos de explicação dos autarcas Raúl Cristóvão e de Paulo Ribeiro. O vereador do PS pediu uma análise ao estacionamento para deficientes, na avenida do Palmelense, enquanto Paulo Ribeiro quis saber qual o ponto da situação do encerramento pela ASAE do Espaço de Jogos, na Quinta do Anjo.

A última sessão deste ano da Câmara de Palmela teve como destaque os pedidos de explicação de situações pertinentes.

O vereador socialista Raúl Cristóvão considerou “positiva a alteração de estacionamento na avenida do Palmelense”, mas “pediram-nos para que os dois lugares de estacionamento para deficientes, se mantivessem junto ao portão da escola”.

O vereador Adilo Costa começou por “recordar que a questão de fundo era o desordenamento de trânsito nesta avenida e foi decidido que o estacionamento será feito em sentido ascendente”.

No entanto o autarca prometeu “analisar a situação dos lugares de deficientes” e a possibilidade de “puderem estacionar no lugar descendente, junto ao portão da escola, como acontecia anteriormente”.

“Situação estranha e bizarra”

ASAE encerrou o parque infantil na Quinta do Anjo

O vereador socialista mostrou-se também preocupado com o encerramento pela ASAE do Espaço de Jogos na Quinta do Anjo e quis saber “se há outras situações em espaços infantis”. Também o vereador da Palmela Mais, Paulo Ribeiro questionou sobre “qual o ponto da situação da intervenção da ASAE?”

O presidente Álvaro Amaro lamentou a situação, mas “vamos procurar melhorar” e adiantou “a fiscalização a dezenas de espaços de jogos e recreio é feita com regularidade pelos técnicos do município e pela ASAE” e “não temos nota da falta de questões de segurança”. O presidente da autarquia palmelense considera que o que “se passou com o espaço de jogo e recreio da Quinta do Anjo é uma situação bizarra” e acrescenta “dizer que é muitíssimo estranho que uma associação tenha feito reparos, mas nada tem a ver pois tem todas as normas de segurança”.

As questões de segurança mencionadas pela ASAE, lembra o autarca, “prendem-se com a saída do espaço e a colocação de uma vedação junto a uma linha de água, que pode por em risco as crianças”, mas “estamos cá para assumir as nossas responsabilidades e depois das correções iremos tomar medidas para reabrir o parque e iremos continuar a discutir este assunto”. Também o vereador Luís Calha destacou “as medidas cautelares da ASAE foram acatadas pela autarquia e pela Junta de Freguesia de Quinta do Anjo, colocando barreiras imediatas e encerrando o espaço”. A ASAE, sublinha o vereador, “quer que seja evitado o acesso das crianças e a proteção contra o trânsito” e “já procedemos à alteração orçamental para rapidamente intervir naquele espaço”.

 



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.