AtualidadeSines

Orcas juvenis são responsáveis pelos incidentes com embarcações em Portugal e Espanha

Especialistas em cetáceos suspeitam que um grupo de três orcas juvenis possa ser responsável pelos incidentes com embarcações.

publicidade

Especialistas em cetáceos suspeitam que um grupo de três orcas juvenis possa ser responsável pelos incidentes com embarcações na costa portuguesa e espanhola nos últimos meses.

“Conseguimos identificar três indivíduos, todos juvenis, que podem estar numa atitude de jogo. Os barcos atraem os animais, que lhes tocam, conseguindo reações e mesmo mover a embarcação, o que é curioso para elas”, disse à Lusa a bióloga marinha Rute Esteban.

O problema é que, segundo esta bióloga, “trata-se de um comportamento repetitivo das orcas”. No verão de 2020 registaram-se cerca de 30 relatos em quase toda a costa atlântica ibérica, desde Gibraltar (a sul) até à Corunha (a norte), tendo o último sido registado na madrugada de 14 novembro ao largo de Sines, quando um grupo de orcas danificou uma embarcação.

O biólogo Francisco Martinho faz uma comparação das orcas com os cães, que “perseguem os carros”. Recomenda “parar o motor, baixar velas, o que acaba com a perseguição”, tal como referiu a Autoridade Marítima Nacional.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui