Beja

Odemira | PJ investiga alegado crime de violação no MEO Sudoeste

- publicidade -

A Polícia Judiciaria (PJ) indicou à agência Lusa que está a decorrer uma investigação centrada na denúncia de uma jovem, de 17 anos, que alega ter sido violada, no festival MEO Sudoeste, na passada quarta-feira, dia 3 de agosto.

Fonte do Comando-Geral da GNR revelou que a denúncia foi feita por volta das 2h30 da madrugada, no posto de comando que se encontra no festival da costa vicentina, estando já “referenciado um suspeito”.

A situação terá acontecido “na zona do acampamento”, tendo sido “um grupo de jovens” a denunciar o ocorrido, e a própria GNR, deslocou-se ao local para junto da vítima, com o acionamento “da assistência médica”.

A PJ está agora a tomar conta da ocorrência, dado a natureza do alegado crime, sendo que, nessa noite de quarta-feira, a GNR teve conhecimento de outra “situação de crime de abusos sexuais”, mas sem apresentação de queixa.

Há no total, segundo o Jornal de Notícias, “sete suspeitos de ataque sexual a duas jovens no Sudoeste”. O mesmo jornal teve conhecimento de que a vítima “foi assistida no hospital de campanha montado no recinto e depois levada pelo INEM para o hospital para realizar exames médicos que vão servir como provas para o inquérito-crime”.

O MEO Sudoeste é um festival de música que conta com a 26ª edição. Ocorre na Zambujeira do Mar, em Odemira, desde dia 2 de agosto, sendo o último dia amanhã, dia 6.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *