Obras e empresas foram destaques da visita

Semana da Freguesia de Pinhal Novo foi a segunda semana descentralizada contemplou a Freguesia de Pinhal Novo depois da primeira, que se realizou na Marateca. As obras da ciclovia, da Unidade de Saúde e dos logradouros foram visitadas, enquanto duas novas empresas, que se transferiram de outros concelhos, deram a conhecer as suas atividades

0
194
DR

A visita à Freguesia de Pinhal Novo começou, na passada quarta-feira, com a comitiva a deslocar-se às obras da segunda fase da ciclovia, que estará concluída em finais de Março. A visita continuou até aos logradouros das Ruas 25 de Abril e Infante D. Henrique, onde já está instalado o estaleiro, que irá criar mais 23 lugares de estacionamento para os moradores.

Ali ao lado continuam as obras da Unidade de Saúde, cuja conclusão está apontada para finais de Junho, e até ao fim do ano estará em funcionamento. As obras estão a decorrer a bom ritmo, mas o presidente Álvaro Amaro anunciou ainda que “iremos proceder a algumas alterações para criarmos mais estacionamentos que os previstos”.

DR

A terceira visita teve como palco uma nova empresa, que já operou nos concelhos doo Montijo e da Moita, para se instalar no Pinhal Novo, na antiga empresa de elétrodos, de má memória para o concelho. A nova empresa dedica-se à produção de contentores, conta com 30 colaboradores, mas estão abertas candidaturas para mais trabalhadores, com preferência para os residentes na freguesia. O andamento das obras no Aceiro do Marcolino, que contemplam a instalação de cinco troços de esgotos, estão a decorrer a bom ritmo, mas a pavimentação deste aceiro depende da ação da EDP, que terá que responder à solicitação feita em Setembro para a deslocalização de 17 postes de iluminação.

O projeto que irá requalificar o Largo da Mitra foi também apresentado e o presidente da câmara explicou que estão a haver negociações com as Infraestruturas de Portugal para a cedência do viaduto e do elevador passarem para a gestão da autarquia.

A visita terminou com a deslocação à ColiCapela, empresa que saiu de Corroios, no concelho do Seixal, que se dedica à construção de pavilhões e casas em madeira. A nova empresa instalou-se em antigas instalações da HR, na Rua do Montinhoso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome