AtualidadeEconomia

Não gostou do presente? Pode trocar até 31 de Janeiro

- publicidade -

É tão certo como o Natal a 25 de Dezembro. Aquela camisola que achávamos que ia ser o presente ideal ou o electrodoméstico sem o qual a tia Rita não podia passar, não agradaram, e seriam todos os anos uma das causas para a corrida «às trocas» nas lojas.

No entanto, devido à pandemia, muitos estabelecimentos comerciais alargaram o prazo para trocas ou devoluções de prendas de Natal até final de janeiro.

Normalmente o prazo para trocas ou devoluções é de 15 dias ou, na melhor das hipóteses, um mês.

Através de um protocolo que o Governo assinou com diversas associações comerciais, há lojas em que presentes comprados entre 4 de novembro e 25 de dezembro podem ser trocados até 31 de janeiro, com o objectivo de dar mais tempo aos portugueses para prepararem as habituais compras de Natal, mas também para responder ao especial afluxo às lojas para trocas após o dia 25 de dezembro.

A lista de estabelecimentos aderentes pode ser consultada no site da Direção-Geral das Atividades Económicas (DGAE). Além disso, cada uma destas lojas terá um dístico de identificação desta campanha à entrada ou num local visível. Na lista constam 376 estabelecimentos de norte a sul do país.

A Worten e os Auchan são os mais repetidos na lista, contemplando várias das suas lojas em todo o país, mas também a Tanara, a Hawkers, CODE, algumas óticas e outras em centros comerciais outlets.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo