PolíticaSesimbraSetúbalTurismo

Município de Sesimbra contra recife artificial na Comporta

- publicidade -

O Município de Sesimbra demonstrou-se contra a instalação de um recife artificial ao largo da costa da Comporta. Segundo a autarquia, este projeto poderá prejudicar gravemente a atividade piscatória da frota de Sesimbra que opera naquela zona (isto sem esquecer o aumento do preço dos combustíveis). Estas embarcações são, na sua maioria, de cerco, redes e covos.

Os barcos de pesca já enfrentam grandes impedimentos para exercerem a sua atividade. Isto em especial na zona que vai da Arrábida ao Cabo Espichel, já que estão dentro do Parque Marinho Luíz Saldanha. Este posicionamento foi aprovado por unanimidade entre todas as forças politicas. A reunião extraordinária que a Câmara Municipal realizou no último dia 19 de agosto. O município demonstra desta forma a sua solidariedade com as associações de armadores e de pescadores que estão contra a criação deste recife.

Esta deliberação vai ser enviada tanto para o governo como para os municípios de Setúbal e Sines. Estes também vão ser afetados por esta construção inovadora. A proposta aprovada é contra a iniciativa que pretende a atribuição de um Título de Utilização Privativa do Espaço Marítimo Nacional. O título seria usado para o desenvolvimento de um projeto-piloto. Este pretende a instalação de um complexo recifal na área marítima da Comporta.

Este recife, na sua fase inicial, terá cerca de 10 mil metros quadrados. O recife será colocado ao longo da batimétrica dos 30 metros costeiros.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *