Justiça

Mulher de 59 anos detida por atear incêndio em Rocas do Vouga

publicidade

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, com a colaboração da GNR de Albergaria-A-Velha, procedeu à detenção fora de flagrante delito, esta sexta-feira, da presumível autora de um crime de incêndio florestal ocorrido nessa madrugada em Rocas do Vouga.

O modus operandi consistiu no recurso a chama direta, para dar início ao incêndio em zona de extensa mancha florestal.

Na mesma zona e nas últimas semanas têm vindo a ser combatidos outros focos de incêndio com origem suspeita.

Não foi possível determinar qualquer motivação racional ou explicação plausível para a prática dos factos em investigação, atuando a arguida num quadro grave de alcoolismo e com propensão para a repetição do comportamento incendiário.

A detida, com 59 anos de idade, vai ser presente às Autoridades Judiciárias, na comarca de Aveiro, para primeiro interrogatório judicial de Arguido detido.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui