CrimeDestaqueMoita

MP da Moita leva a tribunal 21 arguidos por tráfico de estupefacientes

- publicidade -

O Ministério Público da Moita deduziu acusação contra 21 arguidos, sendo que a 13 desses arguidos foi imputada a prática de um crime de tráfico de estupefacientes agravado e aos restantes a prática de um crime de trafico de estupefacientes.

O Ministério Público acusa ainda 3 destes arguidos pela prática, em concurso efetivo, de um crime de detenção de arma proibida.

Com base na acusação, os arguidos dedicavam-se, pelo menos desde março de 2019, ao tráfico de estupefacientes na zona da Moita.

Destes, 12 arguidos organizaram-se num grupo designado como ‘Jana Park’ que, de forma concertada, se dedicava em conjugação de esforços e meios, e de forma reiterada, à compra, venda, cedência, oferta ou entrega de produtos estupefacientes, nomeadamente, canábis na localidade da Moita.

Foi ainda imputado a dois arguidos a introdução de produto estupefaciente no estabelecimento prisional de Sintra, sendo que um deles geria a atividade a partir daquele EP.

Três dos arguidos estão sujeitos à medida de coação de prisão preventiva.

A investigação foi dirigida pelo MP da 2.ª secção do DIAP da Moita da Comarca de Lisboa, coadjuvado pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR do Montijo.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo