Atualidade

Morreu o ensaísta e filósofo Eduardo Lourenço

- publicidade -

O ensaísta e pensador Eduardo Lourenço morreu hoje em Lisboa, aos 97 anos.

Professor, filósofo, escritor, crítico literário, ensaísta, interventor cívico, várias vezes galardoado e distinguido, Eduardo Lourenço foi um dos pensadores mais proeminentes da cultura portuguesa, escrevendo várias obras sobre a sociedade e identidade portuguesa.

Eduardo Lourenço Faria nasceu em 23 de Maio de 1923, em S. Pedro do Rio Seco, no concelho de Almeida, na Beira Alta, e foi na data do seu 96.º aniversário, em 2019 que a Câmara Municipal de Lisboa o homenageou, com a entrega de uma distinção de que é patrono, por levar o seu nome: o Prémio Livraria Lello – Eduardo Lourenço.

A bibliografia de Eduardo Lourenço soma perto de 40 títulos, todos eles detentores de um olhar diferente e inquietante sobre a realidade, num percurso iniciado em 1949, com a publicação de ‘Heterodoxia’, em Coimbra.

O Presidente da República já deixou uma mensagem de condolências «aos seus familiares pela perda deste amigo, deste sábio, desta figura essencial do Portugal que vivemos».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui