AlmadaDesporto

Miguel Oliveira obtém qualificação para GP do Japão (mesmo após queda)

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) qualificou-se hoje na oitava posição para o Grande Prémio do Japão de MotoGP, 16.ª de 20 provas da temporada, apesar de uma queda sofrida nos três minutos finais.

O piloto almadense da marca austríaca fez a sua melhor volta em 1.55,895 minutos, terminando a 0,681 segundos do mais rápido, o espanhol Marc Márquez (Honda).

O francês Johann Zarco (Ducati) foi o segundo, a 0,208 segundos, com o sul-africano Brad Binder (KTM) em terceiro, a 0,323 segundos.

Miguel Oliveira vai sair da terceira linha da grelha de partida, depois de ter sofrido uma queda quando faltavam apenas três minutos para o final de uma sessão que ficou marcada pela chuva, que provocou um atraso superior a uma hora e já tinha obrigado ao cancelamento da terceira sessão de treinos livres, durante a madrugada.

A queda do piloto português aconteceu no terceiro setor da pista, numa altura em que vinha a melhorar os seus tempos e quando os 15 minutos desta segunda fase da qualificação (Q2) se esgotaram, Oliveira era quarto classificado.

A pole position acabou por ser conquistada por Marc Márquez, 1071 dias depois de ter sido o mais rápido em qualificação numa prova do Mundial de MotoGP, precisamente no GP do Japão mas de 2019.

O campeão e líder do campeonato, o francês Fábio Quartararo (Yamaha) foi nono classificado, atrás de Miguel Oliveira, enquanto o segundo classificado do Mundial, o italiano Francesco Bagnaia (Ducati) foi o 12.º e último desta Q2, que reúne os 10 mais rápidos dos treinos livres e os dois melhores da Q1.

Já o italiano Enea Bastianini (Ducati), vencedor da ronda anterior, em Aragão, ficou-se pela Q1, onde sofreu uma queda, sem consequências físicas.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *