Parceiros
País

Megaoperação “Teia Dourada” destaca 400 polícias para travar rede criminosa

A Polícia de Segurança Pública (PSP) realizou, este domingo, a megaoperação “Teia Dourada”, que tem como objetivo executar mandatos na sequência de um inquérito relacionado com prática de vários crimes de roubo, furto em residência e roubo de arma de fogo em 11 concelhos do país.

Aveiro, Águeda, Lousã, Sever do Vouga, Oliveira do Bairro, Albergaria-a-Velha, Ílhavo, Vagos, Murtosa, Porto e Matosinhos, são os concelhos onde se vão realizar 30 mandatos de busca e apreensão. 23 dos mandatos são relacionados a buscas domiciliárias, enquanto os setes restantes são direcionados para detenções diretas.


Segundo a Divisão Policial de Aveiro Já foram realizadas, durante o período da manhã, sete detenções em 10 mandatos domiciliários e não domiciliários. A organização criminosa, que focava a sua atividade em Aveiro, está a ser alvo de buscas e detenções, a mesma já realizou mais de 20 crimes no decorrer de 5 meses de investigação feitos pela PSP. A rede criminosa atuava nomeadamente no furto de habitações, agredindo e amarrando as vítimas.

Até ao momento foram apreendidas armas, ouro e dezenas de milhares de euros e ferramentas, incluindo rádios intercomunicadores e utensílios de construção civil. Os criminosos apresentam ligações familiares e a PSP espera no decorrer deste e do próximo dia, que o “número de detenções e apreensões aumente”.

A PSP, em conjunto com a Guarda Nacional Republicana (GNR), tem cerca de 400 polícias destacados para cumprir uma das maiores operações do ano.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carreguem em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.