Parceiros
Lisboa

Medina assume responsabilidades: “foi um erro grosseiro”

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa assumiu a responsabilidade pelo desabamento de ontem no metro da capital.

- publicidade -

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa assumiu a responsabilidade pelo desabamento de ontem no metro da capital.

Fernando Medina refere que “o que aconteceu é que no decorrer de uma obra à superfície foi feito algo que, obviamente, nunca devia ter sido feito: um erro grosseiro que é a perfuração de uma estrutura do túnel do metro“, referiu. 

O autarca acrescentou que foi aberto um inquérito e a Câmara pediu ao “bastonário da Ordem dos Engenheiros que designasse um especialista para aferir a responsabilidade. Sabemos o que aconteceu, não sabemos ainda é o que motivou. Isso é o que vamos saber depois do inquérito”.

Neste momento está a ser feito “um trabalho de definição de um plano de intervenção para que se possam repor as condições de segurança no troço do túnel e para que a circulação possa ser retomada”.

No entanto, o presidente da Câmara não se comprometeu com uma data para a resolução do problema.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário