Parceiros
AtualidadeAveiroSines

Marinha efectou dois resgates médicos ao largo de Aveiro e de Sines

- publicidade -

A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), em articulação com as Capitanias do Porto de Aveiro e Sines e o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU-MAR), efetuaram no dia 31 de março, duas ações de resgate médico, quase em simultâneo.

Conforme o comunicado, «a primeira ocorrência foi a de um tripulante com uma infeção ocular grave, que se encontrava na embarcação de pesca ‘SANTA MAFALDA’, a cerca de 80 milhas náuticas, equivalente a 148km, a Oeste do porto de Aveiro». 

A segunda situação «ocorreu no navio, ‘HISTRIA DOINE’, que estava deslocado a cerca de 35 milhas náuticas, cerca de 65 km, a sudoeste, do porto de Sines e a emergência, neste caso, foi de um elemento a bordo, com dores no peito e dificuldades respiratórias».

Em ambas as situações, após uma avaliação, o CODU-MAR, considero-as como não urgentes, e por isso a embarcação seguiram em direção ao Porto, sendo que a primeira se deslocou para o Porto de Aveiro e a segunda para o Porto de Sines.

Em coordenação com o Capitão do Porto Aveiro e com o Capitão Porto Sines foram empenhadas as embarcações salva-vidas do ISN, Nossa Senhora dos Navegantes, e SR-36, para transportar ambos os doentes para terra, para posteriormente serem levados para unidades hospitalares.

Os resgates ocorreram, com sucesso, cerca das 22h00.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário