Parceiros
Política

Marcelo não quer comentar polémica entre Chega e Santos Silva

Marcelo Revelo de Sousa recusou comentar a recente polémica dentro da Assembleia da República entre o Chega e o Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva.

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que não lhe “cabe pronunciar-se” sobre os debates ou procedimentos do Parlamento, um lugar que deve ser um “fator de unidade”. Marcelo Rebelo de Sousa considera que o seu papel deve antes ser “um fator de integração, de unificação, de estabilização”.


Marcelo Rebelo de Sousa assinalou ainda que “tem observado sempre um respeito pela esfera própria constitucional desse órgão de soberania”, no entanto, afirma que prefere não se pronunciar sobre debates, iniciativas, procedimentos da Assembleia da República porque no seu entender não é a sua função pronunciar-se sobre essas matérias. Realçou também que foi a conduta que tem vindo a utilizar nos últimos seis anos e meio como Presidente da República e não vai alterar a sua postura “até ao fim do segundo mandato”.

Na opinião de Marcelo, os portugueses sabem as “diferenças e complementaridades da Assembleia da República em relação ao Presidente da República”: “A Assembleia da República representa o povo português na sua diversidade e o Presidente da República representa o povo português na sua unidade”, disse, argumentado que a sua função como Presidente é “ser um fator de integração, de unificação, de estabilização”.

O chefe de Estado disse que no quadro das relações institucionais” mantém “contactos periódicos com os titulares dos outros órgãos de soberania” para justificar o almoço que teve ontem com o Presidente da Assembleia da República.

“Isso traduz-se em encontros, almoços e jantares, algumas vezes por ano, como acontece no fim ou interrupção de sessão legislativa ou no final do ano. Foi esse o objetivo do encontro de ontem”, defendeu.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.