Famosos

Lídia Franco muda de versão e diz que não foi agredida pelo ator Adam Driver

- publicidade -

Lídia Franco acusou o ator Adam Driver de agressão no programa “Era o Que Faltava”, da Rádio Comercial, mas agora mudou a versão dos acontecimentos.

“Considerei o comportamento do ator pouco delicado porque na preparação de uma cena não teve o cuidado que julgo deveria ter tido. As nossas personagens tinham que estar fisicamente próximas e, cada vez que ele se levantava com o grande ímpeto da personagem para fazer o resto da cena, a cadeira onde estava sentado tocava-me com uma certa força, o que me incomodou”, escreveu Lídia Franco em comunicado enviado à NIT.

E conclui: “Não foi uma agressão, nem nunca senti ou reportei que fosse essa a intenção do ator. Lamento todo o mal-entendido”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui