Junta de Freguesia esclarece sobre encerramento das praias na Costa da Caparica

A Junta de Freguesia da Costa da Caparica emitiu um comunicado no qual explica o processo de reposição das areias na zona de praia, «considerando as notícias hoje vindas a público, sobre o encerramento das praias da Costa de Caparica».

0
379
DIÁRIO IMAGEM
Tempo de Leitura: < 1 minuto

A Junta de Freguesia da Costa da Caparica emitiu um comunicado no qual explica o processo de reposição das areias na zona de praia, «considerando as notícias hoje vindas a público, sobre o encerramento das praias da Costa de Caparica».

Segundo o executivo, «é falso que as praias da Costa de Caparica irão ser encerradas de forma generalizada e como um todo, colocando em causa a época balnear nesta época tão importante para esta freguesia.

O que irá acontecer é o condicionamento de acesso ao areal da zona de praia a intervencionar, num raio de 200 metros e que não será superior a 5 dias, não implicando, tal condicionamento, o acesso às restantes praias contíguas à zona de praia condicionada pela zona do paredão envolvente.

Os trabalhos de enchimento com areia nas praias da Costa de Caparica, que serão levados a cabo na corrente época balnear e são da responsabilidade da APA – Agência Portuguesa do Ambiente, e que são idênticos aos realizados nos anos de 2007 e 2014 nas nossas praias, são trabalhos necessários e de grande importância para a segurança de pessoas e bens, na medida em que são preventivos quanto a eventuais galgamentos de mar no inverno, uma vez que a quota de areia nas praias a intervencionar apresenta valores abaixo dos considerados exigidos.

Tendo em conta a complexidade da operação e a necessidade de garantir as ideais condições do mar cuja ondulação não pode ser superior a dois metros, é imperativo que, para o bom andamento dos trabalhos, esta se realize no Verão, pelo que lamentamos não ser possível evitar os condicionamentos temporários anunciados.»

No comunicado fica ainda o desejo da Junta de Freguesia da Costa de Caparica de que «a operação se realize com a maior brevidade e o mínimo impacto possíveis na vida de todos os que usufruem das praias da Costa de Caparica e de todos aqueles cuja atividade profissional depende diretamente da disponibilidade da linha de praia, pedindo a compreensão de todos os que aqui residem, trabalham e visitam» e informa ainda que «publicitará o plano definitivo das intervenções e de indisponibilidade das praias logo que o mesmo seja disponibilizado pela APA».

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome