AtualidadeMontijo 2021Uncategorized

Iniciativa Liberal quer “acordar o Montijo”

- publicidade -

O núcleo do Montijo da Iniciativa Liberal arrancou oficialmente com a campanha eleitoral, tendo começado com um “Town Hall”, com o tema “Quebrar o ciclo de pobreza”. Para além da presença de João Pereira, candidato à Câmara do Montijo, e de André Ribeiro, cabeça de lista à Assembleia Municipal, a iniciativa contou com a presença do líder nacional João Cotrim.

Ao longo da sessão em que participaram algumas entidades e empresários locais, a opinião de que a cidade do Montijo “está adormecida” foi uma constante. Aliás por entre várias intervenções, e respostas a questões dos presentes, “o também deputado da Assembleia da República, João Cotrim, mostrou-se “impressonado com a dormência local e pela falta de vida na cidade”, e frisou mesmo que “as cidades têm que deixar de ser dormitórios, e as pessoas precisam de começar a acordar para as várias realidades à sua volta”.

Sendo a aposta nas pessoas, a tecnologia e uma vida mais coesa e de qualidade, alguns dos “chavões do IL no Montijo, João Cotrim lembrou que “as sociedades que se desenvolvem mais, são as sociedades que melhor se adaptam às mudanças”. O deputado na Assembleia da República partilhou ainda a ideia de que “é deveras importante encontrar uma forma de valor em algo, acrescentar valor numa actividade, algo que possa quebrar o ciclo de pobreza, e gerar riqueza. São processos demorados, não acontecem de um dia para o outro, mas quando acontecem, valem a pena”.

Mais uma vez, nunca separando os tópicos de desenvolvimento – formação – emprego qualificado, o candidato à Autarquia do Montijo, João Pereira, sublinhou a importância de “levantar estigmas, e assim poder gerar oportunidades para que o cidadão se possa voltar a erguer”. Num concelho que a Iniciativa Liberal diz “estar parado no tempo”, João Pereira sublinha “o peso que a formação de adultos, com um acompanhamento específico de ferramentas” pode ter na sociedade em geral. O candidato à presidência da Câmara do Montijo, explica que “desta forma as pessoas têm capacidade de se desenvolver, reinventar e erguer”.

Considerando ter um “grupo de pessoas liberais e abertas a novas oportunidades e desafios”, e tendo ainda como base o desenvolvimento local, João Pereira deixou no ar a ideia de que “a pobreza em si não está apenas direccionada para a habitação social, ou para as dificuldades de cada pessoa ou agregado familiar”, mas tem também a ver, de acordo com as propostas do IL, “com os níveis de empregabilidade e formação, que duma forma cíclica, geram poder de compra, melhoria na vida das pessoas, possibilidade de empreendedorismo e por conseguinte investimentos não só internos, como externos”.

No final da iniciativa que contou com algumas entidades e empresários locais, e ainda no campo dos investimentos na região, também André Ribeiro, cabeça de lista à Assembleia Municipal, sublinhou a “inércia do município, em não ter conseguido reter empresários no concelho, como foi exemplo a plataforma logística do Aldi”.

João Cotrim: “Solução Portela + Montijo”- “a mais económica e mais rápida”

O líder da Iniciativa Liberal disse esta terça-feira em Lisboa, numa outra iniciativa de campanha, que o IL apoia a decisão do Governo sobre a construção de um novo aeroporto no Montijo.

Em declarações aos jornalistas, João Cotrim fez saber que, “talvez para surpresa de alguns, que estamos de acordo com a posição do Governo relativamente ao aeroporto. Defendemos a solução Portela + Montijo, que está em cima da mesa, é mais económica e mais rápida”, e salientou ainda que “está mais do que na hora de avançar” e que “50 anos de discussão chegam”

João Cotrim reconhece que o tema é polémico e não é de fácil discussão, e explicou por isso que a decisão advém de “um debate interno do partido”, e a conclusão de que o aeroporto de Lisboa “está completamente saturado”.

Nas mesmas declarações, o deputado na Assembleia da República explicou que, “o que levou a optar por esta posição foi a consciência de que os problemas com o adiamento de uma decisão são muito maiores do que os problemas que eventualmente possam existir com qualquer das opções que se viessem a tomar, seja Montijo, Alcochete ou outra localização”.

Lembrando que um novo aeroporto irá trazer “inevitavelmente” questões para resolver, mas “certamente menores do que os problemas que estão a ser causados à economia da cidade, e ao turismo do país” se se continuar “a adiar a construção”, repetiu João Cotrim, não percebendo por que motivo “o PSD mudou de posição desde que foi governo”.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo