AlmadaPolítica

Iniciativa Liberal de Almada quer explicações sobre gastos da autarquia almadense

- publicidade -

Em nota de imprensa, a Iniciativa Liberal de Almada declara exigir explicações «sobre contratos recentes celebrados pela Câmara Municipal de Almada e registados no site BASE.gov».

Segundo o IL Almada, neste portal de despesa pública «é possível encontrar, entre outros, a aquisição de uma obra de arte da autoria da artista plástica Lourdes  Castro por ajuste direto com o valor de 20.000 euros, a realização de 5 sessões de cinema “drive-in” pelo valor de 14.000 euros, aquisição de 16.892 exemplares de jogos de cartas de histórias no âmbito das comemorações natalícias com valor de 18.795 euros e ainda a aquisição de espetáculo multimédia por 70.000 euros».

Na mesma nota, os liberais relembram que «desde o início da pandemia, o desemprego em Almada já aumentou 56%, as falências de empresas multiplicam-se e os pedidos de apoios sociais não param de aumentar. Instamos, desta forma, a Câmara Municipal de Almada a ser criteriosa na aplicação do dinheiro público, dinheiro esse que obtém por exemplo através do IMI que cobra, um dos mais altos do país». Para o IL Almada «é fundamental o apoio às empresas para que estas possam assegurar postos de trabalho e evitar o colapso social e às pessoas em situação de desemprego, para que possam voltar rapidamente ao mundo do trabalho.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui