Infarmed proíbe teste rápido para o VIH

O dispositivo não está à venda em Portugal, mas estava disponível pela internet.

0
45
Tempo de Leitura: 1 minuto

O Infarmed revelou hoje que proíbe a circulação no mercado do teste rápido de autodiagnóstico do vírus da SIDA, do fabricante chinês Zhuhai Encode Medical Engeneering, por falta de conformidade com a diretiva europeia.

O dispositivo não está à venda em Portugal, mas o Infarmed diz que existe livre circulação de produtos no Espaço Económico Europeu e que o produto era vendido na internet.

Além de recomendar que este produto não seja usado, o Infarmed apela ainda para que a existência deste teste rápido seja reportada à direção de produtos de saúde do regulador.

A falha foi detetada no âmbito de uma fiscalização de uma autoridade sueca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome