AtualidadecoronavírusDestaque

INEM fará maioria dos rastreios na construção civil – Ministra

publicidade

“Neste momento, os meios envolvidos são sobretudo do INEM para efeitos de colheita de amostras de material biológico”, referiu a ministra da Saúde, Marta Temido, durante a conferência de imprensa diária de balanço sobre a pandemia em Portugal.

Segundo a membro do Governo, este tipo de colheita é mais eficiente, referindo que uma das sete equipas do INEM dedicadas a este tipo de atuação colhe, por dia, entre 200 a 300 amostras de material biológico.

“É o foco principal da nossa estratégia, complementada pela continuidade dos centros de testes e pelas unidades de cuidados de saúde primários”, acrescentou.

De acordo com Marta Temido, a capacidade instalada em Lisboa e Vale do Tejo permite realizar cerca de quatro mil análises por dia no setor público e três mil em “ambiente privado e parceiros”.

“É esta a capacidade que estamos a mobilizar”, frisou.

Portugal regista hoje 1.410 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no sábado, e 32.500 infetados, mais 297, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui